segunda-feira, 15 de maio de 2017

Após investimento de R$ 2 milhões, obra da Fundação Casa para em S. José

Decreto do governador Alckmin determinou paralisação para conter gastos. Não há previsão para retomada da obra.

video

A obra do prédio anexo à Fundação Casa, em São José dos Campos, está parada há quase dois anos em São José dos Campos. O projeto, orçado em R$ 5,3 milhões, deveria estar funcionando desde o ano passado e abrigar 60 adolescentes.

O prédio estava sendo construído para abrigar adolescentes temporariamente e deveria contar com salas de aula e alojamentos. No local é possível ver muito mato, armações de ferro enferrujadas e portas expostas ao tempo.

De acordo com a Fundação Casa, ja foram gastos mais de R$ 2 milhões na obra. A paralisação dos trabalhos obedece um decreto do governador Geraldo Alckmin, que determinou a contenção de despesas por conta da crise econômica.

Para o vice-presidente da Fundação Casa, Claudio Piteri, a paralisação não gera desperdício de dinheiro público. "Não há risco de desperdício porque se trata de uma obra interna e não há nenhum tipo de problema em relação à perda de materiais. Estamos aguardando a liberação de recursos e assim que o governo liberar voltaremos com as obras", disse.

Atualmente, a Fundação Casa de São José dos Campos possui um bloco para atender 64 adolescentes em regime permanente e outro, com 32 vagas, para internação provisória, mas que está sendo utilizado para abrigar jovens em internação definitiva, devido à falta de espaço na unidade.
De acordo com o Ministério Público, no período em que a obra ficou parada, mais de 200 adolescentes que deveriam estar internados em São José dos Campos foram transferidos para outras cidades do Estado, a maioria para Guarulhos...VEJA MAIS



domingo, 14 de maio de 2017

Agente do Degase é morto a tiros em São Cristóvão

 Um agente do Departamento Geral de Ações Sócio-Educativas (Degase) foi morto, na noite desta sexta-feira (12), no Largo da Cancela, em São Cristóvão, na Zona Norte do Rio.

Delegacia de Homicídios investiga o caso. Segundo testemunhas, agente tentou evitar assalto a farmácia.


 De acordo com a família da vítima, Bruno Leitão da Costa, de 30 anos, foi até uma farmácia comprar remédio para a mulher quando houve um assalto no estabelecimento e ele acabou sendo atingido por vários disparos.

A vítima, que trabalhava como segurança de uma farmácia, reagiu a uma tentativa de assalto ao estabelecimento e foi atingida por vários disparos. Bruno chegou a ser encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.





O agente, que estava no Degase há três anos, era coordenador de plantão no Educandário Santo Expedito, unidade para menores infratores no Complexo de Gericinó, em Bangu. Segundo a polícia, dois homens em um táxi chegaram para roubar o estabelecimento na Rua Luiz Gonzaga.

Bruno teria conseguido render um dos ladrões, mas foi surpreendido pelo outro bandido, que deu a volta por trás de um ônibus, e fez os disparos. A dupla fugiu com o celular e a arma do agente. A Delegacia de Homicídios (DH) realizou perícia no local.

Bruno Leitão foi socorrido mas não resistiu aos ferimentos.
Em redes sociais, amigos lamentaram a morte. 
"Meu amigo e colega de trabalho, Bruno Leitão,

Tintim para os amigos, foi assassinado no início da noite de hoje em São Cristóvão.

Vai com Deus parceiro", postou um amigo.

uma internauta relatou o momento em que os criminosos roubaram o táxi:


“Estava saindo de lá e foram uns seis tiros. Entrei na casa do biscoito e o cara meteu a pistola na cara de um taxista na frente da padaria e levou o carro dele, entrando na São Januário”, escreveu.

No Facebook, muitos amigos de Bruno trocaram a foto do perfil pelo símbolo de luto.
“Não sei como vai ser sem você... meu amigo, irmão e coordenador. Sofrendo demais”, escreveu um deles.

Numa outra postagem, uma pessoa enumera as qualidades de Bruno:
“Simpático, querido, carismático, prestativo, sempre sorridente”.


 http://extra.globo.com/casos-de-policia/agente-do-degase-reage-assalto-e-morto-tiros-em-sao-cristovao-21335795.html#ixzz4h3nmhUas

http://odia.ig.com.br/rio-de-janeiro/2017-05-13/agente-do-degase-e-morto-a-tiros-em-sao-cristovao.html

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/agente-do-degase-e-morto-a-tiros-em-sao-cristovao-no-rio.ghtml

sábado, 13 de maio de 2017

Homens armados rendem funcionarios e resgatam 12 adolescentes de Fundação Casa em SP

Em SP, doze menores infratores são resgatados da Fundação Casa

Grupo que rendeu funcionários era formado por cinco homens.

 Cinco homens, quatro deles armados, invadiram a unidade Guaianases II  (Novo Horizonte), da Fundação Casa, na zona leste da capital paulista, na madrugada deste sábado e resgataram doze menores infratores que cumpriam medida socioeducativa no local.

video


O resgate aconteceu por volta das 2h20. Desde então, a Polícia Militar faz buscas na região, pouco habitada e distante do centro do bairro, mas, até o início desta tarde nenhum jovem, havia sido recapturado. Na ação, nenhum funcionário foi ferido.

De acordo com a assessoria de imprensa da Fundação Casa, a unidade não estava superlotada. Com capacidade para 50 adolescentes, o centro tinha 42 internados. A Corregedoria Geral da Fundação Casa já abriu sindicância para apurar o caso, que também será investigado em inquérito pela Polícia Civil.

A Fundação Casa afirmou que notificará os familiares e a Justiça da ocorrência.
Caso sejam encontrados, os jovens terão que passar por uma Comissão de Avaliação Disciplinar e poderão sofrer ampliações do tempo de cumprimento da medida socioeducativa.

Fundação Casa de Guainazes teve fuga de 12 adolescentes (Foto: Reprodução/TV Globo)
Fundação Casa de Guainazes teve fuga de 12 adolescentes (Foto: Reprodução/TV Globo)


http://extra.globo.com/noticias/brasil/em-sp-doze-menores-infratores-sao-resgatados-da-fundacao-casa-21336342.html


http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/homens-armados-rendem-vigias-e-resgatam-12-adolescentes-de-fundacao-casa-em-sp.ghtml

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Agente da Fundação Casa é executado ao sair de igreja em Santos, SP

Dois suspeitos de envolvimento no crime foram detidos pela polícia. Caso é apurado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

Agente da Fundação Casa, Waldeck dos Santos Falcão,  tinha 44 anos e foi morto a tiros em Santos (SP) (Foto: Arquivo Pessoal)m

Um agente de apoio da Fundação Casa foi morto em Santos, no litoral de São Paulo, na noite de domingo (30). Dois rapazes, suspeitos de envolvimento no crime, foram detidos pela Polícia Militar nesta segunda-feira (1). O caso é investigado pela Polícia Civil.

A vítima foi identificada como Waldeck dos Santos Falcão, de 44 anos. Ele estava acompanhado da esposa no momento da execução. Os dois tinham saíram de uma igreja evangélica na esquina da Rua Henrique Ablas com a Avenida Conselheiro Nébias, na Vila Mathias.

Ainda segundo informações da polícia, o casal estava dentro do carro quando foi surpreendido por um rapaz com um capuz cinza que estava de bicicleta. Pelo menos quatro tiros foram disparados contra o agente penitenciário. A mulher não foi ferida e nada foi levado do casal.

Assim que a ocorrência foi registrada, a polícia recebeu a informação de possíveis envolvidos no caso. Dois suspeitos foram detidos nesta segunda-feira no bairro Vila Nova, nas proximidades do Mercado Municipal de Santos. A identidade deles não foi divulgada pela polícia.

Os dois foram encaminhados à Delegacia de Investigações Gerais (DIG), onde o caso é investigado. Ainda segundo informações da PM, testemunhas reconheceram a dupla como sendo autora do crime. A real motivação do homicídio é apurada e a arma utilizada na execução ainda não foi encontrada.

Waldeck era servidor na Fundação Casa, em Guarujá (SP). A instituição, por meio de nota, lamentou o ocorrido, informou que está prestando apoio aos familiares e que está acompanhando as investigações com a Polícia Civil.

O velório do servidor ocorre na Beneficência Portuguesa de Santos, nesta segunda-feira, e o sepultamento na terça-feira (2), pela manhã, no cemitério Areia Branca, em São Vicente (SP).

http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/agente-da-fundacao-casa-e-executado-ao-sair-de-igreja-em-santos-sp.ghtml

Jovem que matou médico do Ana Costa foi autor de disparos contra agente

Rapaz, de 18 anos, foi reconhecido por testemunhas e preso em flagrante por homicídio. Delegacia de Investigações Gerais (DIG) apura motivação do crime.

Três anos e cinco meses depois de ser capturado por matar o médico Marco Antônio Loss, de 47 anos, o desempregado Thauan Barreto de Souza, de 18 anos, foi preso nesta segunda-feira (1º), acusado de mais um homicídio. Desta vez, por matar o agente socioeducativo da Fundação Casa de Guarujá, Waldek dos Santos Falcão, de 44 anos. 

O crime foi cometido na noite de domingo (30), logo após a vítima sair de uma igreja evangélica, na Vila Mathias, na companhia da mulher. 

O agente foi executado com tiros na cabeça, no peito e no braço. Ferido, foi levado à Santa Casa de Santos por frequentadores do culto, mas acabou não resistindo aos ferimentos e morreu. 

A detenção do acusado foi feita na manhã desta segunda-feira por policiais militares da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam), no mesmo bairro. Levado à sede da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos, Thauan negou a autoria dos disparos, mas foi reconhecido por uma testemunha como sendo o autor dos disparos. 

Conforme apurado pela Reportagem, Falcão e Waldek se conheceram dentro da Fundação Casa, em 2013, após o desempregado, na época com 14 anos, ser capturado pelo latrocínio – roubo seguido de morte – do médico. No convívio, tiveram um desentendimento.

Em conversa com A Tribuna, a mulher da vítima contou que o marido não havia relatado, recentemente, nenhum problema com internos da Fundação Casa. Porém, segundo um amigo de trabalho do agente e um outro familiar, Falcão já tinha comentado que, por três oportunidades, flagrou Thauan nos arredores de sua igreja. Porém, não interpretou isso como uma ameaça. 

Nesta segunda-feira, além do desempregado, um outro suspeito também foi detido. Porém, apresentado na sede da DIG não foi reconhecido pela mulher do agente e acabou sendo liberado. 







domingo, 23 de abril de 2017

Internos fogem de unidade da Fundação Casa na Grande SP

Grupo de 17 adolescentes deixou unidade em Ferraz de Vasconcelos por volta das 12h30 deste domingo (23). Polícia faz buscas na região.

Fachada da Fundação Casa de Ferraz de Vasconcelos (Foto: Carolina Paes/G1 Mogi e Suzano)

Um grupo de 17 internos da Fundação Casa fugiu da unidade em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, da tarde deste domingo (23).

A Fundação Casa afirma que a corregedoria geral instaurou sindicância para apurar a fuga. O texto diz ainda que a Polícia Militar foi acionada e faz buscas na região.

Os adolescentes envolvidos na situação passarão por uma Comissão de Avaliação Disciplinar (CAD), que vai avaliar as possíveis sanções. O Poder Judiciário e os familiares dos jovens serão avisados da ocorrência.

Jovem é assassinado e tem o coração arrancado em Centro Socioeducativo de Valadares

A motivação para o homicídio ainda está sendo apurado pela Subsecretaria de Atendimento Socioeducativo (Suase) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e a Polícia Civil

Um crime bárbaro foi registrado dentro do Centro Socioeducativo São Francisco de Assis, em Governador Valadares, na Região do Rio Doce, na manhã deste domingo. Um adolescente de 18 anos, que não teve o nome divulgado, foi brutalmente assassinado no local. Ele teve o coração arrancado por outros internos. A motivação para o homicídio ainda está sendo apurado pela Subsecretaria de Atendimento Socioeducativo (Suase) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e a Polícia Civil.

Rede Alerta
Menores foram levados para a delegacia para prestar depoimento (foto: Rede Alerta)


De acordo com a Sesp, o crime foi descoberto por volta das 6h. O jovem foi encontrado sem vida no banheiro do alojamento em que ele estava. Agentes socioeducativos que faziam a conferência dos adolescentes após a troca de turno, flagraram o garoto motor. Outros cinco internos que dividiam o alojamento com a vítima não passaram informações ou assumiram o assassinato.

Publicidade
A brutalidade como o crime ocorreu impressiona. A vítima estava com um corte no pescoço e teve o coração retirado pelo criminoso. O objeto que foi usado no homicídio ainda não foi encontrado pelos agentes ou policiais.

Divulgação
Adolescente morto no Centro Socioeducativo (foto: Divulgação)
A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso. A perícia compareceu à unidade e realizou os trabalhos iniciais. “A Subsecretaria de Atendimento Socioeducativo (Suase) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) também está apurando o ocorrido. A Suase trabalha em parceria com o Ministério Público local e está tomando todas as providências necessárias para o devido esclarecimento dos fatos”, afirmou a Sesp por meio de nota.

Outro homicídio 

Este foi o segundo assassinato de interno no Centrosocioeducativo em menos de quatro dias. Na última quinta-feira, um adolescente foi morto depois de ser golpeado no pescoço por golpes de uma arma caseira, conhecida como chuço. A motivação para o assassinato não foi esclarecido pela polícia e a Sesp

http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2017/04/23/interna_gerais,864246/jovem-e-assassinado-e-tem-o-coracao-arrancado-em-centro-socioeducativo.shtml


quinta-feira, 20 de abril de 2017

Dois adolescentes tentam matar agente socioeducativo no Pomeri com pedaços de ferro

Armados, menores atacam agente no Pomeri; adolescente diz ser do CV

A Polícia Militar precisou se deslocar até o Centro Socioeducativo de Cuiabá (Complexo Pomeri) no bairro Planalto, em Cuiabá, para atender uma ocorrência de princípio de motim causado por dois adolescentes, na noite desta terça (18). Os menores foram detidos e encaminhados para a delegacia.


Dois adolescentes tentam matar agente socioeducativo no Pomeri com pedaços de ferro

Um agente socioeducativo de 31 anos sofreu uma tentativa de homicídio dentro do Centro Socioeducativo do Pomeri, em Cuiabá, na noite da última terça-feira (18). 

Dois internos - identificados como J.J.A.M., 17 anos e L.V.C.S., 17 anos – tentaram atacar a vítima com pedaços de ferro. Um deles disse que o homem teria xingado a sua mãe e que sabia onde ele morava.

De acordo com as informações do Boletim de Ocorrências (BO), o agente estava realizando a última distribuição de água na ala A do Pomeri quando o adolescente o chamou dizendo que queria conversar. Quando chegou lá, o menor começou a dizer que ele tinha xingado a sua mãe.

Na sequência, o infrator jogou água no rosto do agente e tentou furá-lo com um pedaço de ferro que estava amarrado em um cabo de vassoura. Ele fez diversas ameaças contra a vítima, dizendo que iria matá-la e que sabia onde o homem morava. Outro adolescente que estava no quarto, também armada com um pedaço de ferro, tentou golpear o agente novamente.

Os policiais tentaram conversar com os menores para eles entregarem os chuços, mas eles não obedeceram à ordem.
Como a negociação não estava progredindo, os próprios agentes entraram no quarto e, usando a força, desarmaram e imobilizaram os menores.
 O servidor ainda relatou que o menor disse ser membro do Comando Vermelho.

O homem teve perfurações superficiais no corpo, causadas pelos menores, que estavam com armas artesanais feitas com cabo de vassoura e ferro. Os menores, detidos e encaminhados à Central de Flagrantes, foram ouvidos pelo delegado plantonista e retornaram para a unidade socioeducativa no início da madrugada desta quarta (19).



Os adolescentes foram encaminhados para a Central de Flagrantes, onde foi registrado o Boletim de Ocorrências (BO). Eles tinham algumas escoriações, em decorrência dos dois terem resistido à prisão.

http://www.olhardireto.com.br/noticias/exibir.asp?id=433552&noticia=dois-adolescentes-tentam-matar-agente-socioeducativo-no-pomeri-com-pedacos-de-ferro

http://www.rdnews.com.br/policia/armados-menores-atacam-agente-no-pomeri-adolescente-diz-ser-do-cv/83816

terça-feira, 18 de abril de 2017

vigia da Fundação CASA é morto a Tiros na Raposo.

 Um vigilante que prestava serviço tercerizado para a fundação CASA de Osasco (grande SP) foi morto a tiros no fim da tarde de ateontem, na rodovia Raposo Tavares, enquanto deixava a unidade. 

De acordo com a policia civil Mosailton santana das Mercês estava em uma moto, quando dois homens, em outra moto, passaram pela rodovia e atiraram pelas costas do vigilante sem levar nenhum pertence da vitima.

 O vigia chegou a ser levado ao pronto socorro do hospital universitario (zona oeste) mas não resistiu aos ferimentos. O caso foi registrado como homicidio simples. Procurada, a fundação CASA afirmou que lamenta o caso e se solidariza com a familia.




segunda-feira, 17 de abril de 2017

Menores ameaçam agentes com facas e fogem de centro socioeducativo

A polícia procura por menores que Conseguiram escapar de um centro socioeducativo em Justinópolis. 
Eles usaram facas para ameaçar os agentes e pularam os muros.





video

Internos fogem de unidade da Fundação Casa na Zona Leste de SP

Grupo de 26 adolescentes prendeu agentes e deixou unidade Novo Horizonte, em Guaianases, através de buraco feito em muro. Cinco foram reencontrados pela Polícia.


video